Fiação Antiga: Gasta mais energia?

Se você está pensando em reformar seu imóvel, e ainda continua em dúvida se deve mexer na parte elétrica, saiba que mantendo as instalações elétricas do imóvel novas e conservadas, além de ser um questão de segurança, pode trazer uma grande economia na conta de luz.

Fiações antigas gastam mais energia?

As fiações antigas podem ocasionar curto circuitos ou prejuízo com o desperdício de energia.

Vou ter problemas se eu não quiser reformar a parte elétrica?

Devido ao estreito diâmetro e ressecamento dos fios antigos, pode acarretar em um superaquecimento, onde a energia elétrica é transformada em energia térmica, fenômeno conhecido como Efeito Joule. Isso faz com que a energia seja utilizada para aquecer os próprios fios ou conexões entre eles, em vez de serem transformadas em eletricidade útil para iluminar ou ligar um eletrodoméstico.

Por que a fiação antiga gasta mais energia?

Embora essa energia não tenha sido efetivamente utilizada pelo consumidor, esse gasto acaba sendo computado pelo medidor, sendo incluído no valor da conta de luz.

Por que eu preciso reformar a parte elétrica do meu imóvel?

Além do desgaste natural de uma fiação antiga, outro ponto muito importante é a mudança de hábitos das pessoas, onde celulares, notebooks e outros aparelhos eletrônicos estão sendo usados em fiações que não foram projetas e não possuem condições de suportar toda essa demanda elétrica. Por esses motivos, se faz tão necessário a troca de toda a fiação antiga de seu imóvel, pois além de ser uma questão de segurança, pode lhe trazer economia na conta de luz.

Como posso reformar a parte elétrica em Belo Horizonte?

Se você está pensando em realizar uma reforma, seja ela comercial ou residencial, é muito importante contratar bons profissionais. Conheça agora os Motivos para contratar uma empresa especializada em reformas.

A Reforma Engenharia é uma empresa especializada em reformas, situada em Belo Horizonte, Minas Gerais. Possuindo os melhores profissionais para realizar uma reforma, estando todas as reformas sob supervisão de engenheiros.